"Enfim você chegou!
Respire fundo. Sorria.
Deixe suas preocupações de lado.
Receba o melhor que esse mundo tem a lhe oferecer,
afinal de contas,
você merece.

Entre e sinta-se em casa!"

(IN)Tolerância...

8.15.2008

Pode um casamento sobreviver à falta de companheirismo, tolerância, perdão (entre ambos e os que ambos amam)? Só o amor e o sexo bastam? Tenho visto muitos casamentos acabarem porque o casal não quer ceder em nada. Normalmente, um enrijece e o outro, cansado, enrijece também. Mas o casamento precisa do perdão. Sem a vontade de superar obstáculos, discutir os problemas, resolver esses problemas, colocar uma pedra em cima e tocar o barco, não há como manter uma relação. É necessário que ambos entendam que um deve estar ao lado do outro e aceitá-lo incondicionalmente, e que não há um lado mais fraco nessa história. No meio de uma confusão, e de dois corações rígidos e dispostos a não ceder, o que se torna frágil é mesmo o casamento. Se uma coisa não está boa para um dos lados, isso deve ser resolvido. Dado o tempo necessário para que ambos se ergam, o assunto deve ser esclarecido de uma maneira que ambos se sintam bem, e depois deve ser deixado pra trás. A vida a dois, onde um faz questão do outro, deve ser regada, alimentada. Não adianta dar bens materiais, morrer de trabalhar para dar ao outro “tudo” que ele ou ela sonha, se não houver companheirismo e um não fizer questão do outro. O egoísmo e o excesso de orgulho só demonstram a falta de amor. Para ter uma união duradoura, creio que o principal papel de ambos deveria fazer e ver o outro feliz. Deveríamos mover céu e terra para que isso acontecesse, mas, infelizmente, o que vemos hoje é um desastre: os casamentos estão esvaindo-se pelos dedos dos casais, com poucas exceções. O divórcio virou moeda de troca. É mais “fácil” separar-se que chegar a um meio-termo, o que é uma infelicidade para as famílias e, creio eu, para os filhos que vivem, e viverão toda a vida, à mercê da compreensão, ou não, dos pais separados. Para viver um casamento feliz é preciso saber e querer relevar. É preciso também desejar passar por cima do que for necessário para estar com o outro. Caso contrário, o casamento vira um poço de ressentimentos, mágoa, falta de amor e, em muitos casos, de ódio. Sejamos mais tolerantes com quem amamos, para darmos um futuro melhor para nós, e para nossos filhos, dando esse belo exemplo a eles: TOLERÂNCIA. Com carinho, Cláudia.

6 amigos proseando comigo!:

Sara Albuquerque 15 de ago de 2008 14:31:00  

Claudinha... Amei seu novo textinho!^^ Poxa, que saudade de vocÊ! Espero que esteja tudo bem com você. Nossa, Flor, eu também acho que tolerância é essencial: o famoso modo de querer resolver as coisas através do diálogo. Não entendo. Não compreendo mesmo porque os casamentos devem terminar sempre com finais tristes. Na verdade, eu não sei porque terminam. Acho que as pessoas não se unem mais para fazer dar certo e sim para ver se vai dar certo. =/ Espero encontrar alguém que pense como eu. Não quero passar por uma separação de novo, sendo dessa vez uma das partes unilaterais.

Patrycia 15 de ago de 2008 14:34:00  

Clau, entendo bem cada palavra que você escreveu. Acrescento mais uma coisinha: a questão não é apenas tolerância. O ponto crucial é o egoísmo. Se ele existe, a tolerância não vai encontrar espaço para entrar. Só tolero, entendo e perdôo quando me abro ao outro. E só penso no outro se não sou egoísta.

Senti o peso do egoísmo na pele, você sabe muito bem.

É isto. Bjão! Paz e luz pra ti!

Edilene 16 de ago de 2008 13:12:00  

Que lindo seu blog chefinha... Bom aprender com quem já tem uns aninhos de experiência neh.Vê se aparece por aqui, vc anda sumidinha.rs
Muita paz no seu coração e que Deus te Abençõe com seus raios cada dia mais.Beijos

Paula 16 de ago de 2008 17:24:00  

Cláudia, acho que nenhuma relação sobrevive quando a intolerância predomina. E o pior é que junto com ela vem a falta de respeito e aí começa a faltar ingredientes importantíssimos para as nossas vidas.

Bonequinha de Luxo 17 de ago de 2008 11:42:00  

Oi,Cláudia
Saudades de ti....puxa..esque4cemos uma da outra???Não!!!
Adorei seu novo layout...tá bem legal!!

Concordo com tudo que vc diz no seu post..O amor é feito de compreensão e tolerãncia!!!E isso no casamento é primordial!!

beijocas,querida

Anônimo 18 de mar de 2009 09:22:00  

Gostei do texto original.

Sem amor e tolerância não há casamento que resista.

Deus perdoou os nossos pecados através de Jesus Cristo.

Devemos amar e perdoar nosso próximo.

Na teoria, é fácil. Na prática, é muito difícil, mas vale a pena o esforço.

Arte de viver e conviver em paz é a suprema arte.

Que Deus nos ajude.

Blog Widget by LinkWithin

Eu creio.

Creio, com toda a minha alma, que o meu Deus está no comando de cada ato, gesto, acontecimento, sentimento, pessoa ou coisa, que entra ou sai da minha vida. Ele cuida de mim, e dos meus, o tempo todo, e sou infinitamente grata a Ele por isso.

"O bom de não sabermos todas as coisas é existir alguém que sabe. O melhor de tudo isso é que mesmo sem entender, encostando o ouvido no lugar certo, mesmo numa noite muito escura, a gente vai escutar suas respostas." Lya Luft

Meu selo!

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more
http://maisprosadoqueverso.blogspot.com
Loading...