"Enfim você chegou!
Respire fundo. Sorria.
Deixe suas preocupações de lado.
Receba o melhor que esse mundo tem a lhe oferecer,
afinal de contas,
você merece.

Entre e sinta-se em casa!"

Desatenção...

5.31.2008

Assistindo o Programa do JÔ, no último dia 30, ri muito da entrevista feita à Nelma Penteado, especialista em sedução, onde ela fez diversas colocações sobre esposas/namoradas, tentando chamar a atenção dos seus maridos/namorados, com sensualidade. Ela citou vários casos de sucesso e outros de total decepção feminina.

Vou relatar um deles aqui (que muito me fez rir):

"A mulher preparou-se para uma bela noite de amor. Planejou tudo.

Vestiu uma linda e sensual lingerie de oncinha e entrou no quarto.

Chamou o marido e ele respondeu assustado:

- Nossa! De onde saiu essa jaguatirica?

Ela, é claro, respondeu, já p. da vida:

- Do mesmo lugar de onde saiu essa anta!"

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Isso é o que eu chamo de despejar (porque jogar, é pouco) um balde de água fria. Coitada! Depois as mulheres é que são frias!

Homens, prestem atenção às suas mulheres, para que não aconteça com vocês, o que aconteceu na história da Nelma.

Site da Nelma: http://www.nelmapenteado.com.br/ Site do Jô: www.globo.com/programadojo Foto do google.

Read more...

Primeiro o mais importante... parte 2

5.29.2008

Passeando pela net, visitei o blog da Pérola. Lá ela repassou um desafio que é bem difícil de responder, principalmente se formos fazer com a maestria que ela fez: em uma palavra por item. Ela pergunta quais as seis coisas que você dá importância e as seis coisas as quais você não dá importância. Vamos lá (vou responder agora, mas amanhã posso mudar de idéia, afinal sou humana!): a) Seis coisas que dou importância:
  1. Deus (fé)
  2. Família (eles e eu mesma)
  3. Amizades verdadeiras
  4. Verdade (que traz consigo a justiça).
  5. Saúde
  6. Trabalho/estudo/leitura/cantar

b) Seis coisas que não dou importância:

  1. Materialismo
  2. Drogas
  3. Riqueza
  4. Aparência (dos outros)
  5. Exibicionismo
  6. Filmes estilo besteirol.

O que achei mais difícil escolher foram as 6 coisas que não dou importância, pois só lembrava das coisas que odeio. E não ser importante, pra mim, significa que não me atinge de jeito nenhum. Por exemplo: Odeio mentira, mas não posso colocar como sem importância, pois se me atinge de alguma forma, tem importancia má, mas tem, entende?

Sendo assim resolvi responder também as seis coisas que eu odeio:

  1. Mentira (que pode levar à Traição/Falsidade)
  2. Humilhação
  3. Hipocrisia
  4. Pessoas que se acham melhores que os outros ou mais cultos
  5. Crimes em geral, em especial contra as crianças, mulheres e idosos.
  6. Ceticismo

Viu? Não consegui resumir em doze palavras de jeito nenhum! Será que você consegue? Responda agora, você também, se assim desejar.

Um abraço, Cláudia.

Read more...

Conclusões...

5.25.2008

A Paula do blog Depois de Segunda? É terça lançou um pergunta que achei interessante. O que você gostaria de embalsamar e embalar? O Marcos do blog Euforia Melancólica citou um meme sobre quais as cinco coisas que gostaria de socar. Na hora que li, eu não consegui pensar em nenhuma resposta para ambas as questões. Depois... pensando bem, descobri que tenho sim coisas para embalsamar e embalar, como tem gente que tenho vontade de dar um soco!!!! Violento? Não é... só fico na vontade mesmo, mas só o desabafo já vale a pena (risos). O que achei engraçado é que só consigo querer embalsamar e embalar coisas, momentos bons..... Eu embalsamaria e embalaria momentos e coisas como:
  • Fotos de pessoas que amei muito, e já morreram, para que nunca se desgastassem;
  • Filmes, CDs, livros MARAVILHOSOS que são relíquias;
  • Fotos e videos dos meus filhos rindo, brincando, correndo em casa, na praia, na fazenda, na escola...;
  • O dia do nascimento de cada um dos meus filhos, bem como o dia do meu casamento, formatura;
  • E, com certeza, eu o faria com todas, todas as flores que ganhei pela vida, com carinho especial pelo meu buquê, belíssimo pelas orquídeas lilás com branco... num momento inesquecível.

Agora, as pessoas que eu, com certeza, queria socar hoje são:

  • O médico que não viu que minha avó, tão amada, tinha um problema cardíaco sério o que, sem desdenhar da força divina, colaborou para ela falecer tão cedo;
  • As pessoas que inúmeras vezes tentaram me trapacear;
  • As empregadas que tratei como filhas e saíram da minha casa falando mal de mim;
  • O gerente de uma das agência que tenho conta, que é um verdadeiro chato;
  • A professora de inglês do meu filho, que não tem metodologia alguma de ensino e só faz atrapalhar...

Ai, ai... sabe que foi bom falar disso. Nem sabia que queria socar tanta gente!! Um abraço, Cláudia.

Read more...

Eu...

5.24.2008

Eu triste sou calada Eu brava sou estúpida Eu lúcida sou chata Eu gata sou esperta Eu cega sou vidente Eu carente sou insana Eu malandra sou fresca Eu seca sou vazia Eu fria sou distante Eu quente sou oleosa Eu prosa sou tantas Eu santa sou gelada Eu salgada sou crua Eu pura sou tentada Eu sentada sou alta Eu jovem sou donzela Eu bela sou fútil Eu útil sou boa Eu à toa sou tua. Martha Medeiros
Foto do google

Read more...

25 de maio - Blogagem Coletiva em defesa da criança.

Turismo sexual infantil: um problema a ser abolido.

Maio 15, 2008 de Rosane As mazelas dos problemas econômicos enfrentados pelos países pobres são de diversas ordens, mas os problemas sociais são os mais visíveis, entre eles podemos elencar: elevada taxa de analfabetismo, elevados índices de mortalidade infantil, inchaço urbano, crises no campo, violência e marginalidade. As adversidades enfrentadas pela população carente e as saídas encontradas para sanar as necessidades mais básicas estão muito além da compreensão da moral burguesa predominante. Dentro dessa perspectiva, o turismo muitas vezes atua como um setor que coloca em contato as diferenças econômicas do mundo globalizado. Esse encontro pode ser positivo e trazer benefícios para comunidades carentes, mas pode também além de usurpar dos bens culturais e naturais, deixar para a população local, um saldo negativo, corrompendo a população e o que pode ser ainda mais complicado, agindo diretamente na população infantil. Muitos setores turísticos são coniventes com o turismo sexual infantil, pois esse tipo de atrativo, ainda proporciona um fluxo de pessoas considerável, do ponto de vista da lucratividade. Segundo dados da Folha de São Paulo, a maior parte das vítimas são meninas, em situação de pobreza e miséria em cidades como Acapulco (México), Bancoc (Tailândia), Rio de Janeiro (Brasil), Bali (Indonésia) e Camboja. Em todo o Brasil o número de crianças afetadas está estimado entre 100 a 500 mil, sendo muito difícil ter estatísticas precisas sobre esse tipo de atividade. Mas, felizmente já existem ações contrárias a esse tipo de comportamento, desde 1996 a ECPAT (sigla em inglês que se refere a exploração sexual infantil) tenta disseminar em vários países e equipamentos turísticos a adesão ao código de conduta que pleiteia: 1. Estabelecer uma política ética no que diz respeito ao repúdio à exploração sexual infantil. 2. Educar e treinar pessoal em ambos os países, de origem e de destino. 3. Introduzir de uma cláusula em contratos com fornecedores proclamando, de comum acordo, o repúdio à exploração sexual infantil. Informar os turistas através de catálogos, vídeos durante o vôo, bilhetes de passagem, Internet, etc. e no momento da chegada aos destinos. Informar pessoas-chave no local de destino, como meios de colaboração informal. De acordo com o código, os profissionais ligados ao turismo seriam agentes responsáveis pelas denuncias das ações criminais neste sentido, tendo canais privilegiados para atuar. Esse código já é implementado por 50 operadoras de viagem em 13 países. Contudo, países que têm no turismo sua principal fonte de renda, podem perder recursos ao adotar tal postura, mas isso sem dúvida, acontecerá a curto prazo, pois a longo prazo com certeza a atração de outro tipo de turista pode gerar divisas muito maiores, para o local receptor. Mas, devemos enfatizar que não é apenas o turista responsável pelo avanço dessa atividade, cujo aliciamento bate as cifras de 2 milhões de crianças no mundo todo. Como dissemos a principio não é suficiente aplicarmos o código de conduta para sanarmos problemas relacionados aos padrões morais dominantes, para que essa situação realmente seja extinta é preciso que esses países tenham o apoio necessário para criar uma nova perspectiva de vida, na qual as aspirações mínimas tenham chance de ser alcançadas pela população infanto-juvenil. Caso contrário, estaremos mais uma vez escondendo o lixo embaixo do tapete.
Profª Drª Eliane Guerreiro Rossetti Padovani - Coordenadora do Curso de Turismo do UNISAL- Unidade Americana

Read more...

Menino de 11 anos é libertado após seis dias de cativeiro.

Maio 22, 2008 de Rosane Criança foi seqüestrada perto de casa, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Investigações da polícia levaram ao cativeiro; vítima não chegou a sofrer ferimentos. Um menino de 11 anos foi libertado na madrugada desta quinta-feira (22) depois de quase uma semana no cativeiro. Ele foi seqüestrado no dia 15 de maio, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.O menino foi levado por dois suspeitos perto de sua casa, quando voltava da escola. Ele perdeu o pai em 2005, e desde então a família passou a receber uma pensão e um aluguel. Para a mãe do garoto, os bandidos acreditavam que eles tinham recebido uma herança. Em um telefonema durante o cativeiro, os seqüestradores obrigaram o menino dizer à mãe que tinha sido ferido. Ele não chegou a sofrer ferimentos. As investigações levaram a dois suspeitos, um homem e uma mulher. Foi esse homem que disse à polícia onde o menino estava. A criança ficou trancada durante seis dias em um barraco na periferia de São Bernardo do Campo. O local tinha dois metros quadrados, chão de terra, uma cama improvisada, um aparelho de TV, um videogame, lixo e alimentos que ainda seriam consumidos. Atrás do barraco, estavam os gorros usados pelos criminosos. Na delegacia, o menino contou que eram três seqüestradores, que foi alimentado no cativeiro e que não foi agredido. A polícia ainda procura por outras pessoas envolvidas no crime. Fonte : Portal G1

Read more...

QUEM MORRE?

Morre lentamente Quem não viaja, Quem não lê, Quem não ouve música, Quem não encontra graça em si mesmo Morre lentamente Quem destrói seu amor próprio, Quem não se deixa ajudar. Morre lentamente Quem se transforma em escravo do hábito Repetindo todos os dias os mesmos trajeto, Quem não muda de marca, Não se arrisca a vestir uma nova cor ou Não conversa com quem não conhece. Morre lentamente Quem evita uma paixão e seu redemoinho de emoções, Justamente as que resgatam o brilho dos Olhos e os corações aos tropeços. Morre lentamente Quem não vira a mesa quando está infeliz Com o seu trabalho, ou amor, Quem não arrisca o certo pelo incerto Para ir atrás de um sonho, Quem não se permite, pelo menos uma vez na vida, Fugir dos conselhos sensatos... Viva hoje ! Arrisque hoje ! Faça hoje ! Não se deixe morrer lentamente ! NÃO SE ESQUEÇA DE SER FELIZ
Martha Medeiros
Foto do Google

Read more...

A diferença entre tu e você!

5.23.2008

" Segue um pequeno exemplo, que ilustra muito bem essa diferença: Diretor Geral de um Banco estava preocupado com um jovem e brilhante Diretor, que depois de ter trabalhado durante algum tempo com ele, sem parar nem para almoçar, começou a ausentar-se ao meio-dia. Então o Diretor Geral do Banco, chamou um detetive e ordenou: - Siga o Diretor Lopes durante uma semana, durante o horário de almoço. O detetive, após cumprir o que lhe havia sido pedido, voltou e informou: - O Diretor Lopes sai normalmente ao meio-dia, pega o seu carro, vai a sua casa almoçar, faz amor com a sua mulher, fuma um dos seus excelentes cubanos e regressa ao trabalho. Responde o Diretor Geral: - Ah, bom, antes assim. Não há nada de mal nisso. Logo em seguida o detetive pergunta: - Desculpe-me. Posso tratá-lo por tu? - Sim, claro respondeu o Diretor surpreendido! - Bom então vou repetir: O Diretor Lopes sai normalmente ao meio-dia, pega o teu carro, vai a tua casa almoçar, faz amor com a tua mulher, fuma um dos teus excelentes cubanos e regressa ao trabalho. A língua portuguesa é mesmo fascinante!" Autor desconhecido - foto do Google

Read more...

O tempo não pára mesmo... parte 2

5.20.2008

Continuando a nossa prosa, hoje vou escrever sobre a evolução pela qual passamos nos últimos anos, tecnologicamente falando. Me lembro perfeitamente de um caminhão chegando na porta da minha casa, quando meus pais compraram a primeira televisão colorida e a primeira radiola (isso mesmo, radiola...), que tinha um rádio enorme de um lado com um botãozão que ficavámos tentando sintonizar e o toca-discos de vinil do outro... Nossa! Que coisa maravilhosa... Eu nem imaginava o que estava por vir. Quem, nos anos 70, pensava em CD, DVD, Celular, Internet, Satélite... e TV Digital, então? A Internet revolucionou o mundo mesmo... tudo circula numa velocidade impressionante e a tecnologia tem que correr muito para alcançar os desejos da população, bem como para inovar.
Também é preciso lembrar das gírias... Os que chamávamos de CDF, agora são os NERDS... Os malandros? Bad Boys... Gírias como: é massa, caracas, tá lascado, bicho, pô cara, foram substituídas por outras como véi, é do caralho, fudeu, escroto, e outras tão esquisitas, feias e sem sentido, que nem vou citar aqui. Uma vez levei um tapace na boca porque falei: - "falou bicho!", pro meu pai.Pensa se fizermos isso hoje com nossos filhos? Impossível. Precisamos sim, impor limites, mas é necessário reconhecer e aceitar que essa é a "língua" da turma de hoje (muito esquisita, por sinal).
Com tudo isso, eu sou obrigada a concordar com a "galera": realmente, eu sou agora Dona Cláudia (e não mais a Claudinha, o que quer dizer: estou ficando velha!!!!), porque não consigo me acostumar a isso. Gente, toda vez que converso com um dos meus filhos, de 13 e 10 anos no MSN, é uma confusão (kkkkkkkkkk). Corrijo-os o tempo todo. É um tal de blz, tdbm, pow cara, falow, tamuaí, que me irrita!!! Mas eles explicam que é papo de adolescente... que se escreverem certinho, serão taxados de NERD... acredita? E pior, afirmam que os NERDS são excluídos de tudo. Como pode? Fico danada da vida, explico que escrever certo é obrigação e não vergonha para ninguém. Mas não adianta... o bate-papo na internet é o maior inimigo da Língua Portuguesa. Se não tomarmos cuidado, eles vão fazer as redações em gírias... já pensou?
Lembro-me bem quando minha irmã caçula ganhou um video-game. Era tão difícil jogar! E mais difícil ainda era deixar as brincadeiras de rua, com os amigos, para ficar ali, parada, na frente de uma tv, jogando sozinha... Hoje, minha filha, de 6 anos, daria show naquele joguinho e, como eles dizem, acharia muito "páia". Eles querem velocidade, luta, guerras, montar verdadeiros cenários e estilos de vida em The Sims, Barbie, Crash (e olhe lá?!)etc. É uma luta para tirar essa meninada de hoje, da frente de um computador ou do video-game. Aqui em casa, proibimos um tal de GTA. Achamos o jogo muito violento. Esses dias recebi um monte de telefonemas dos colegas deles dizendo que não tinha nada haver. Que GTA é muito legal. Meu filho me disse: Mãe, você acha que eu vou virar ladrão? Fiquei pasma, olhando pra ele!!! Aí, sou obrigada a dizer de novo: PÁRE O TREM QUE EU QUERO DESCER!!!!!!!! Por hoje fico por aqui... mas essa prosa continua... Beijos em prosa. Texto escrito e postado por Cláudia - Fotos do Google

Read more...

Mantenha seus filhos a salvo de crimes online e material inapropriado na internet.

5.18.2008

Hoje, dia 18 de maio, estamos fazendo uma Blogagem Coletiva pela qualidade da internet para nossas crianças. Escolhi o texto abaixo. E atenção ao que nossos filhos estão lendo e vendo na internet... o perigo pode estar na sua sala...

Foto do google
Escrito por Ana Maximiano
Na rotina de diversão das irmãs Larissa (7) e Stefanie Mataruco (4), não são mais as madeixas loiras da Barbie que prendem a atenção das meninas. A onda agora é o computador. Na volta da escola, Larissa liga a máquina e convida a caçula para passearem juntas pelos sites da Disney. As garotas também já sabem que não é preciso esperar o desenho favorito começar na TV. Basta entrarem em sites de compartilhamento de vídeos para assistirem às suas animações preferidas- quantas vezes quiserem. A mais velha vai além: criou um perfil no Orkut e, com a ajuda da mãe, Soraya Mataruco, divide as fotos das últimas festas em álbuns. “As meninas têm aula de informática na escola, estão acostumadas aos cliques e sempre descobrem coisas novas na Web”, conta a mãe. O que as meninas -e os pais da maioria das 1,35 milhão de crianças que navegam pela Web- não se dão conta é que a diversão proporcionada pela Internet, se não monitorada, pode trazer perigos tão reais quanto os temidos na rua. Segundo dados da ONG Safernet, que cuida da Central Nacional de Denúncias por Crimes Cibernéticos, o número de páginas denunciadas por divulgação de pedofilia e exploração sexual de crianças no Brasil cresceu 126% entre 2006 e 2007 devido à popularização do uso do computador, inclusive entre as crianças.
Confira nesta reportagem (navegue pelos links do blog http://diganaoaerotizacaoinfantil.wordpress.com/category/perigo-online/) que contém dicas para manter seu filho longe dos criminosos digitais, programas de monitoramento, sistemas de controle de pais e como identificar se a criança foi vítima de cyberbullying. Novas preocupações: “A Internet democratiza a informação, mas muitos pais não estão preparados para identificar que, assim como na rua, a vida na rede também tem perigos. Acham que, enquanto as crianças estão em casa, na frente do PC, estão protegidas”, explica Sérgio Suiama, procurador da República no Estado de São Paulo e participante de um grupo de oito procuradores responsáveis por investigar crimes de racismo e ódio na Internet. O despreparo dos pais, segundo o delegado da Polícia Federal e responsável pela Unidade de Repressão aos Crimes Cibernéticos Adalton Martins, deve-se à falta de familiaridade com o computador: “as crianças já nasceram na era digital, enquanto os pais ainda são da época da máquina de escrever”, compara. E é justamente a falta de conhecimento tecnológico dos pais somada ao crescimento dos PCs que impulsiona o aumento dos crimes digitais contra crianças, especialmente a pedofilia. “Para reduzir os riscos, o diálogo é a chave que vai garantir uma navegação segura”, explica Carolina Padilha, coordenadora de programa da ONG WCF-Brasil, que defende os direitos da criança e adolescente. Mas, aliadas à conversa, algumas medidas práticas que podem ser adotadas pelos pais, como acompanhar as fotos postadas pelos filhos em sites de relacionamento, monitorar quem são os seus amigos virtuais e orientá-los em cadastros e acessos. Em alguns casos, softwares de bloqueio de páginas e programas de monitoramento podem auxiliar na tarefa. Fonte: uol Postado em Dicas, Perigo Online, Prevenção e Cuidados Trackback URI Comentários RSS

Read more...

Seu marido te faz feliz?

5.17.2008

"Durante um seminário para casais, perguntaram à esposa: - "Seu marido lhe faz feliz? Ele lhe faz feliz de verdade?" Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando segurança. Ele sabia que sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento. Todavia, sua esposa lhe respondeu com um: -"Não", bem redondo... -"Não, não me faz feliz". Neste momento, o marido já procurava a porta de saída mais próxima. "- Não me "faz" feliz... Eu sou feliz. O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele e sim de mim", continuou dizendo: -"Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse outra pessoa, coisa ou circunstância, sobre a face da terra, eu estaria com sérios problemas. Tudo o que existe nesta vida muda constantemente... O ser humano, as riquezas, meu corpo, o clima, meu chefe, os prazeres, etc. Minha felicidade depende de mim. Há pessoas que dizem: - Hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor ou muito frio, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque alguém não soube me dar valor. Termino esse texto deixando uma outra pergunta: Vocês não acham muita responsabilidade deixar a nossa "FELICIDADE" nas mãos de outras pessoas?"
CREIO QUE HOUVE UM SILÊNCIO GERAL. MAS ASSIM COMO O PERDÃO, A FELICIDADE É UMA OPÇÃO E NÃO UMA CONDIÇÃO DE VIDA! OPTE POR SER FELIZ TODOS OS DIAS DA SUA VIDA, INDEPENDENTE DA CONDIÇÃO EM QUE ESTEJA VIVENDO... SEJA FELIZ!!!

Read more...

Boa sorte. (Ouça!)

Gosto da letra dessa música,
mas é o ritmo leve dela me encanta.
Sinto como se eu fosse uma folha pairando no ar!!
É uma despedida sim, mas parece ser tão tranquila...
Indica outro caminho, outras pessoas especiais.
Sinta o ritmo... Ouça... Paire no ar também.
Feche os olhos... Solte-se!
Boa sorte e bom final de semana!

É só isso!
Não tem mais jeito.
Acabou, boa sorte.
Não tenho o que dizer,
São só palavras,
E o que eu sinto
Não mudará.
Tudo o que quer me dar
É demais,
É pesado,
Não há paz. Tudo o que quer de mim,
Irreais
Expectativas
Desleais.
Mesmo que se segure,
Quero que se cure
Dessa pessoa
Que o aconselha.
Há um desencontro,
Veja por esse ponto,
Há tantas pessoas especiais...
Vídeo do YouTube - Vanessa da Mata & Ben Harper - Boa Sorte (Good Luck)

Read more...

O tempo não pára mesmo!

5.15.2008

"E a vida? E a vida o que é, diga lá meu irmão? Ela é a batida de um coração. Ela é uma doce ilusão..."
Estive pensando em como a vida é engraçada. Quando comecei a trabalhar e a estudar, eu era a caçula de tudo. Sempre fui grande, o que me levava a ser também a maior. Hoje, sou SEMPRE a mais velha (a que nasceu primeiro, como diz meu pai querido). Por onde passo, eu escuto: Dona Cláudia, pra cá, Dona Cláudia pra lá... Meu Deus!!! No trabalho, na escola das criancas, na lanchonete, na padaria... e, me olho no espelho me perguntando: Quando foi que passei de Claudinha para Dona Cláudia? Dona Claúdia... pesa na costas... (nas rugas não, pois tenho cara de bebê, hehehe).
É claro que o tempo nos faz ficar mais maduros, mas me sinto mais rígida também. Estou mais light com a opinião alheia, as coisas não me atingem emocionalmente como antes, não me abalo com qualquer coisa, mas também, meu estopim diminuiu, não mando recado, não engulo mais sapo. Hoje, penso muito antes de falar (até demais), mas luto pelo que quero, aliás, eu sei o que quero, o que já faz grande diferença. Reconheço bem os meus limites e busco respeitar os dos outros (claro que tenho vontade de chutar o pau da barraca de vez em quando, como dizíamos antigamente). Estou muito mais seletiva... em tudo. Tornei-me mais grata também.
Da Cláudinha permanece em mim a alegria, a fé, o sorriso, o olhar, a bondade. Perdi, no entanto, a inocência, a ingenuidade, a juventude que agradava muita gente. Ganhei junto com o DONA, liberdade (amo comprar o que me dá na telha, comer só o miolo da melancia e não dar satisfação a ninguém e etc), independência, maternidade, + e + responsabilidade, maturidade e alguns (poucos, é claro) cabelos brancos, afinal todos temos defeitos, né... (risos).
Tempo? Não tenho pra nada. Meu dia não cabe nas 24 horas. Corro pra lá e pra cá o tempo todo. Não viajo, não assisto TV, não vou ao cinema, saio só às sextas (quando não estamos mortos de cansados, eu e o meu marido), vejo meus pais nos domingos, vou à missa, escrevo no meu blog (é claro), ajudo as criancas com as provas e tarefas, cuido das coisas de casa (vixe! cansei!)... mas é um corre-corre danado. E me pergunto? Pra que isso? E o tempo vai passando... afinal, ele não pára mesmo. Todo tempinho que tenho, dou aos meus filhos, que são minha razão de viver (não me imagino mais sem eles...).
Por ser sempre a mais velha da turma que sai e trabalha comigo, virei uma espécie de "conselheira" das pessoas que me rodeiam, não só porque me pedem opinião, mas porque eu dou opinião mesmo (mas não sou intrometida, viu!). Não suporto hipocrisia, falsidade, traição. Sou tão firme quanto a isso, que tenho até medo. Será que eu seria capaz de agir diferente se fosse comigo? Não sei...
Amanhã eu volto pra continuar... Essa história vai longe...
Um beijo em prosa, da Cláudia (sem o dona!!)

Read more...

Mamãe.com

5.13.2008

1a. Convenção Familiar - Temporada 2008
"Queridos Filhos!
Em primeiro lugar, Mamãe gostaria de agradecer a presença de todos nesta Primeira Convenção Familiar. Mamãe sabe como foi difícil abrir um espaço nas agendas de cada um de vocês: Papai tinha uma lavagem de carro praticamente inadiável, Júnior já tinha marcado de se trancar no quarto, Carol estava para receber pelo menos três telefonemas importantíssimos de uma hora e meia cada um. Mamãe está comovida. Muito obrigada. Bem, conforme Mamãe já tinha mais ou menos antecipado, esta convenção é para comunicar ao público interno - Papai, Júnior e Carol - todas as modificações nos produtos e serviços da linha Mamãe. Como vocês sabem, a última vez que Mamãe passou por reformulações foi há 14 anos, com o nascimento do Júnior. De lá para cá, os hábitos e costumes, o panorama cultural, a economia e o mercado passaram por transformações radicais. Mamãe precisa acompanhar a evolução dos tempos, sob pena de ver sua marca desvalorizada. Para começar, Mamãe vai mudar a embalagem. Mamãe sabe que esta é uma decisão polêmica, mas, acreditem, é o que deve ser feito. Mamãe sai desta convenção direto para um spa, e de lá para uma clínica de cirurgia plástica. Nada assim tão radical. Haverá pouquíssimas alterações de rótulo, vocês vão ver. Mamãe vai continuar com praticamente o mesmo formato, só que com linhas mais retas em alguns lugares e linhas mais curvas em outros. Calma, Papai! Mamãe já captou recursos no mercado. Mamãe vai ser patrocinada por uma nova marca de comida congelada. Lei Rouanet, porque Mamãe também é cultura. Junto com o lançamento da nova embalagem de Mamãe, no entanto, acontecerá o movimento mais arriscado deste plano de reposicionamento. Sinto informar, mas Mamãe vai tirar do mercado o produto Supermãe. Não, não, não adianta reclamar. Supermãe já deu o que tinha de dar. Trata-se de um produto anacrônico e superado, antieconômico e difícil de fabricar. Mamãe sabe que o fim da Supermãe vai aumentar a demanda pela linha Vovó, que disputa o mesmo segmento. Paciência. Você não pode atender todos os públicos o tempo todo. No lugar da Supermãe, Mamãe vai lançar (queriam que eu dissesse 'vai estar lançando', mas eu me recuso) novas linhas de produtos mais adequados à realidade de mercado. Vocês vão poder consumir Mamãe nas versões Active (executiva e profissional), Light (com baixos teores de pegação de pé), Classic (rígida e orientadora), Italian (superprotetora) e Do-It-Yourself (virem-se, fui passear no shopping). Mas uma de cada vez, sem misturar. Ah, sim, Mamãe detesta esses nomes em inglês, mas me disseram que, se não for assim, não vende. Mamãe gostaria de aproveitar a oportunidade para lançar seus novos canais de comunicação. De hoje em diante, em vez de sair gritando pela casa, vocês vão poder ligar para o SAC-Mamãe, um 0300 que dá direto no meu celular (apenas 27 centavos por minuto, mais impostos). Mamãe também aceita sugestões e críticas no endereço mamae@mamae.net.
Mais uma vez, Mamãe agradece a presença e a atenção de todos. " Autoria Desconhecida
Transcrito do blog acendedordelampadas.blogspot.com, da minha amiga Patty.

Read more...

O que me faz feliz?

A Patrycia me perguntou em seu blog
o que me faz feliz e vou aqui responder:
Ser amada de verdade, Ter na alma a caridade, Ver meus filhos com saúde, é a mais pura felicidade. Ter meu esforço reconhecido, Ter comida na mesa, Ajudar os que precisam, Não sofrer com a aspereza. Viver longe das mentiras, Não mandar nenhum recado, Ter a raça de falar o que penso, Olhando nos olhos da pessoa citada. Nunca correr da raia, Viver em plena alegria, Não dever dinheiro a ninguém, Ser grata aos favores também. Sentir que Deus está ao meu lado, Não ferir nem machucar ninguém, preparar meus filhos para serem amados, e para amarem de verdade também.
Ver quem amo feliz...
Tudo isso me faz muito bem.
E você? O que te faz feliz?
Por Cláudia
Foto da minha filha Júlia

Read more...

Varinha de condão.

Quisera eu ter uma varinha de condão, para mudar tudo o que me faz mal e aumentar o que me faz bem. Tocaria nas pessoas para me fazerem sorrir e para que fossem mais felizes, com menos. Tocaria nas flores para me darem cor, tocaria nas criancas para me fazerem acreditar, tocaria nas nuvens para aparecer o sol e na água para que ela nunca acabasse. Tocaria no coração das famílias, para que eles se amassem sem medidas e jamais se descuidassem do amor, pois sem o devido cuidado que o amor merece, ele murcha e sofre, até chegar ao fim. Tocaria nos corações dos pais e dos filhos para que se amassem, respeitassem, dialogassem e reconhececem a importância que cada um tem para a manutenção de um lar. Apagaria a dor do meu coracão, secaria as lágrimas que não param de cair, esqueceria o que me magoa a alma, adormeceria ao som das estrelas, esqueceria-me de ti e não pensaria no amanhã. Acabaria com a indiferença que fere e mata, Extirparia o ódio e a ganância da face da terra, Colocaria no coração das pessoas que Deus é nosso Pai e que o amor, a fé, a amizade, a família e o trabalho são essenciais para o bem viver. Afastaria a solidão com um cintilar de luz, saltaria da janela, não sentindo assim o peso do silêncio, apontaria o céu e um arco-íris sorriria-me todas as manhãs... E depois, ao fim do dia no escuro do meu quarto, tocaria em mim e desapareceria no meio da fantasia e da ilusão, eu e a minha varinha de condão.
Escrito por Rita Rita / Claudia Gonçalves
Editado e postado por Cláudia Gonçalves

Read more...

Afinal, de onde surgiu o Dia das mães?

De onde vem o Dia das Mães? Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. O Dia das Mães tem a sua origem no princípio do século XX, quando uma jovem americana, Anna Jarvis, perdeu sua mãe e entrou em completa depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a idéia de perpetuar a memória da mãe de Annie com uma festa. Annie quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Em pouco tempo, a comemoração e consequentemente o Dia das Mães se alastrou por todo Estados Unidos e, em 1914, sua data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson: dia 9 de Maio. Em Portugal, o Dia das Mães é celebrado no primeiro domingo de Maio. Já no Brasil, é celebrado no segundo domingo de Maio, conforme decreto assinado em 1932 pelo presidente Getúlio Vargas. Em Israel o dia da mãe deixou de ser celebrado, passando a existir o dia da família em Fevereiro.

Read more...

MÃE!

5.07.2008

"Ser mãe é desdobrar fibra por fibra o coração! Ser mãe é ter no alheio lábio que suga, o pedestal do seio, onde a vida, onde o amor, cantando, vibra. Ser mãe é ser um anjo que se libra sobre um berço dormindo! É ser anseio, é ser temeridade, é ser receio, é ser força que os males equilibra! Todo o bem que a mãe goza é bem do filho, espelho em que se mira afortunada, Luz que lhe põe nos olhos novo brilho! Ser mãe é andar chorando num sorriso! Ser mãe é ter um mundo e não ter nada! Ser mãe é padecer num paraíso!" Por: Coelho Neto Fonte Mensagens e Poemas

Read more...

Do que as mulheres gostam.

5.04.2008

(A Crônica de Arnaldo Jabor mais comentada da semana!)
"Você, homem da atualidade, vem se surpreendendo diuturnamente com o 'nível' intelectual, cultural e, principalmente, 'liberal' de sua mulher,namorada, etc... Às vezes sequer sabe como agir, e lá no fundinho tem aquele medo de ser traído - ou nos termos usuais - 'corneado'. Saiba de uma coisa... Esse risco é iminente, a probabilidade disso acontecer é muito grande, e só cabe a você, e a ninguém mais evitar que isso aconteça - ou então - assumir seu 'chifre' em alto e bom som. Você deve estar perguntando porque eu gastaria meu precioso tempo falando sobre isso. Entretanto, a aflição masculina diante da traição vem me chamando a atenção já há tempos. Mas o que seria uma 'mulher moderna'? A princípio seria aquela que se ama acima de tudo, que não perde (e nem tem) tempo com/para futilidades, é aquela que trabalha porque acha que o trabalho engrandece, que é independente , que é corajosa, companheira,confidente, amante... É aquela que às vezes tem uma crise súbita de ciúmes mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada e correr pros seus braços... É aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte e meiga, desarrumada e linda... Enfim, a mulher moderna é aquela que não tem medo de nada nem de ninguém, olha a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer...
Assim, após um 'investigatório' junto a essas 'mulheres modernas' pude constatar o pior. VOCÊ SERÁ (OU É???) 'corno', ao menos que:
  • Nunca deixe uma 'mulher moderna' insegura. Antigamente elas choravam. Hoje, elas simplesmente traem, sem dó nem piedade.
  • Não ache que ela tem poderes 'adivinhatórios'. Ela tem de saber - da sua boca - o quanto você gosta dela. Qualquer dúvida neste sentido poderá levar às conseqüências expostas acima.
  • Não ache que é normal sair com os amigos (seja pra beber, pra jogar futebol...) mais do que duas vezes por semana, três vezes então é assinar atestado de 'chifrudo'. As 'mulheres modernas' dificilmente andam implicando com isso, entretanto elas são categoricamente 'cheias de amor pra dar' e precisam da 'presença masculina'. Se não for a sua meu amigo... Bem...
  • Quando disser que vai ligar, ligue, senão o risco dela ligar pra aquele ex bom de cama é grandessíssimo.
  • Satisfaça-a sexualmente. Mas não finja satisfazê-la. As 'mulheres modernas' têm um pique absurdo com relação ao sexo e, principalmente dos 20 aos 40 anos, elas pensam - e querem - fazer sexo TODOS OS DIAS (pasmem, mas é a pura verdade)... Bom, nem precisa dizer que se não for com você...
  • Lhe dê atenção. Mas principalmente faça com que ela perceba isso. Garanhões mau (ou bem) intencionados sempre existem, e estes quando querem são peritos em levar uma mulher às nuvens. Então, leve-a você, afinal, ela é sua ou não é????
  • Nem pense em provocar 'ciuminhos' vãos. Como pude constatar, mulher insegura é uma máquina colocadora de chifres.
  • Em hipótese alguma deixe-a desconfiar do fato de você estar saindo com outra. Essa mera suposição da parte delas dá ensejo ao um 'chifre' tão estrondoso que quando você acordar, meu amigo, já existirá alguém MUITO MAIS 'comedor' do que você...só que o prato principal, bem...dessa vez é a SUA mulher.
  • Sabe aquele bonitão que, você sabe, sairia com a sua mulher a qualquer hora. Bem.... de repente a recíproca também pode ser verdadeira. Basta ela, só por um segundo, achar que você merece...Quando você reparar... já foi.
  • Tente estar menos 'cansado'. A 'mulher moderna' também trabalhou o dia inteiro e, provavelmente, ainda tem fôlego para - como diziam os homens de antigamente - 'dar uma', para depois, virar do lado e simplesmente dormir.
  • Volte a fazer coisas do começo da relação. Se quando começaram a sair viviam se cruzando em 'baladas', 'se pegando' em lugares inusitados, trocavam e-mails ou telefonemas picantes, a chance dela gostar disso é muito grande, e a de sentir falta disso então é imensa. A 'mulher moderna' não pode sentir falta dessas coisas...senão...

Bem amigos, aplica-se, finalmente, o tão famoso jargão 'quem não dá assistência, abre concorrência'. Deste modo, se você está ao lado de uma mulher de quem realmente gosta e tem plena consciência de que, atualmente o mercado não está pra peixe (falemos de qualidade), pense bem antes de dar alguma dessas 'mancadas'... proteja-a, ame-a, e, principalmente, faça-a saber disso. Ela vai pensar milhões de vezes antes de dar bola pra aquele 'bonitão' que vive enchendo-a de olhares... e vai continuar, sem dúvidas, olhando só pra você!!!"

Por Arnaldo Jabor - Foto do blog: http://tantodemim.blogs.sapo.pt/

Read more...

DESABAFO

Sinto-me sufocada.
Já não sei onde acaba a mentira
e começa a verdade.
Tento esclarecer e não consigo.
Um grito cala a minha voz.
Não sei até onde vou com isso,
nem se quero continuar.
Sinto vontade de deixar tudo pra trás.
Mas a voz da sabedoria clama
um pouco mais de paciência!
Sinto que o silêncio está minando tudo.
(Há tantas palavras contidas em mim,
que o ressentimento está pesado demais.)
E o amor?
Está em mim,
mas não sei até quando,
e não hoje.
Por Claudia Gonçalves

Read more...

Ingratidão...

5.02.2008

ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY já dizia:
"Você se torna eternamente responsável pelo que cativas."
Grande parte das pessoas não sabe valorizar quem tem ao seu lado e acaba matando o que há de mais sagrado: amizade, amor. Não se morre só quando se perde a vida. Morre-se também quando perde-se o senso de justiça e consideração com as pessoas que sempre nos amaram, nos deram força e acreditaram em nós. Morre-se no coração dessas pessoas.
By Cláudia

Read more...

De cara nova... de novo!!

Como vê, mudei de novo o visual do blog. Isso não significa inconstância, insegurança, insatisfação, nem a frequente necessidade de mudanças, (sou meio avessa a muitas mudanças). Busco apenas um layout bonito, leve e claro, que fique bom para todo mundo ler e entender, sem cansar a vista, e muito menos a mente.
Espero que goste... e volte sempre!!
Um abraço! Claudia

Read more...
Blog Widget by LinkWithin

Eu creio.

Creio, com toda a minha alma, que o meu Deus está no comando de cada ato, gesto, acontecimento, sentimento, pessoa ou coisa, que entra ou sai da minha vida. Ele cuida de mim, e dos meus, o tempo todo, e sou infinitamente grata a Ele por isso.

"O bom de não sabermos todas as coisas é existir alguém que sabe. O melhor de tudo isso é que mesmo sem entender, encostando o ouvido no lugar certo, mesmo numa noite muito escura, a gente vai escutar suas respostas." Lya Luft

Meu selo!

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more
http://maisprosadoqueverso.blogspot.com
Loading...